Shows

.

O que você mais gosta neste site?

Agenda Post

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
 

O PMDB É PODER!

14 de janeiro de 2011

JOÃO DAS MADEIXAS CALDAS, flagrado na Operação Sanguessuga em 2006 pela Polícia Federal finalmente vai receber uma pequena parte do que merece. A Justiça Federal condenou o ex-deputado federal em dezembro do ano passado pelos crimes de fraude à licitações, contra a Administração Pública e de lavagem de dinheiro, tornando o homem dos cabelos grandes “inelegível por dez ano”, “proibido de contratar com poder público ou receber benéficos fiscais pelo mesmo tempo”, além de ter que devolver os 390 mil reais que foi roubado, acrescido de 20% e mais correção. Os comparsas do João Caldas no esquema aqui ele Alagoas (a assessora parlamentar Christiane Araújo de Oliveira, e os empresários Darci Vedoin e Luiz Antonio Vedoin) também foram julgados e punidos com penas semelhantes.

JOÃO DAS MADEIXAS CALDAS (PARTE II). O Ministério Público Federal (MPF) quer que a pena aos sanguessugas seja mais correta e já recorreu da decisão da Justiça Federal. Segundo o recurso do Procurador da República Gino Lôbo, o esquema fraudulento do qual participava João Caldas quando era deputado federal não lesou apenas a Câmara dos Deputados, mas a toda a população e, nesse sentido, a coletividade também tem que ser indenizada.

O PMDB É PODER. Vamos por partes. Com o desfecho das eleições de 2010, o senadorzinho Renan das Vacas Mágicas perdeu porque Ronaldo Lessa não se elegeu governador por Alagoas, perdeu porque o Biu Dançarino de Lira mostrou que pode ser mais forte que ele no Estado e perdeu mais ainda porque a Dilma não é o Lula. Como a Dilma não é o Lula, Renan das Vacas Mágicas está sem ter como se aproximar do poder do Palácio do Planalto. O que se percebe é que o cara não vai ser nada mais que um senadorzinho dentro do Senado, não vai ser ministro e que a presidenta não o quer nem prá servir cafezinho. Pronto, Renan está uma fera e desapareceu do mapa, ninguém nunca mais ouviu falar nele, só se sabe que ele mandou pelo vice-presidente Temer para Dilma: “Diga a ela que o PMDB é poder”

LANÇANDO SEU NOVO CD. Era só o que faltava, depois de quase três meses sem dar as caras nas Alagoas, descobriu-se que Biu de Lira estava fora produzindo o seu primeiro álbum que será lançado ainda esse ano. Na verdade é um trio de forrozeiros onde o senador dançarino contará com a participação do seu puxa-saco “Cabeça” e da Maritaca.

Comentários desativados

O TEMPO DO PINTO



DEFESA SOCIAL. O governador sabia que não seria indicado nenhum delegado pelo Ministro da Justiça, ninguém quer se responsabilizar com desgovernos como esse do Téosunami. Tudo foi estratégia do marqueteiro de desenho animado, do Senador Biu Dançarino de Lira, que não aparece mais, nem opina, um autêntico representante do “baixo clero” do Senado. Acostumado a lidar com os trezentos picaretas da Câmara dos Deputados, agora no Senado vai ficar a mercê do Renan e do Colló. E por aqui vai ficando mesmo o Del. Washington Luiz como secretário tapa-buraco da Defesa Social, porque é assim que o governador quer. Ele precisa  que a Segurança Pública esteja  nas mãos de um subalterno. Enquanto isso a Defesa Social vai ficando indefesa e a violência só tende a crescer e o povo que se lasque. Cada povo tem o Téo que merece!

PREFEITCHINHO DE BELO MONTE, depois de ser acusado de estelionatário pelos agiotas, da acusação ter sido aceita pelo Tribunal de Justiça, se diz um homem perseguido, injustiçado e chantageado pelos acusadores e produtores de leite da bacia leiteira de Batalha que o “obrigaram” a assumir a Camila para que  a cooperativa não chegasse a falência. Ironia do destino, Avânio 171 foi quem levou a cooperativa à falência. O prefeitchinho aplicou um golpe comprovado de mais de 2 milhões de reais em pagamentos a receber de empresas de São Paulo, Campina Grande  e que foi descontado com notas frias junto aos  agiotas. Cadeia para todos (para o prefeitinho, o diretozinho financeiro e para os agiotas) é a menor  das possíveis penas  a serem  aplicada para pessoas que trazem prejuízos para milhares de produtores e empregados da cooperativa, mas se isso fosse um Estado sério.

ESTREANTES.  Deputados despreparados, sem conhecimento do orçamento proposto e das reais aplicabilidades dos recursos, serão eles que vão votar o orçamento com emendas  e negociações paralelas de ex-deputados que perderam eleição. Essa responsabilidade é uma das causas da má fama que o Estado tem na gerência de seus recursos. Uma bandalheira irresponsável de meninões que deveriam  respeitar os parcos recursos públicos que são responsáveis pela miserabilidade do nosso povo.

DEMAGOGIA INFELIZ essa dos deputados estaduais, federais, vereadores e senadores de falarem como fez essa semana o deputado petista  Marcos Madeira (PT),  afirmando que o “…importante agora é colocar os interesses de Alagoas em primeiro lugar”. É muita demagogia e falta de criatividade desses homens em mentirem compulsivamente, quando na verdade eles pensam:: “Primeiro o meu, depois o Estado que se lasque”. Nunca em tempo algum Alagoas foi prioridade de nenhum deputado ou “otoridade” desse Estado. Nunca deixaram de pensar no próprio bem-estar e deixar na “merda” o povo miserável. Não é por acaso que Alagoas é primeiro lugar em tudo que não presta.

O TEMPO DO PINTO esta acabando na SMTT e o PT vai fazer agora sim a sua indicação para substituir o superintendente. Imagine se um cara que resolve denunciar as irregularidades das lombadas eletrônicas – fabriqueta de multas – vai continuar no cargo? Imagina só se o prefeicthinho vai querer um comandado que afirmou em alto e bom que existe uma “indústria das multas” dentro da SMTT? Prezados leitores, quanto tempo mais o Pinto de Luna vai ficar na SMTT?

ENQUANTO ISSO…

12 de janeiro de 2011

NÃO TEM mais chuvas que faça com que a sociedade compareça com doações; não existe mais a sensibilização do povo brasileiro que faça com que fiquem chocados pela desgraça do imobilismo público dos prefeitinhos e governadores – verdadeiros culpados pela falta de planejamento e prevenção contra causas naturais. A responsabilidade agora é do Estado e dos prefeitchinhos que tem que dar ainda satisfações de recursos financeiros entregues na enchente passada de décadas, onde até hoje existem pendengas judiciais de dinheiro desaparecidos e mal empregados. Da mesma forma que recursos do governo  federal para a enchente de 2010 ainda não foi devidamente aplicado, não foram ainda justificados onde aplicaram e prestadas as contas dos valores supostamente gastos.

CONSULTORIA… Mais uma vez os deputados da Mesa Diretora e os apadrinhados da Assembléia estão fazendo pouco da opinião pública e do MP. Mais uma consultoria é contratada sem licitação para uma suposta auditoria na verba de gabinete dos próprios deputados. Eles abusam da “otoridade” que tem para fazer pouco e faltar com o respeito para com o eleitor e as instituições públicas de fiscalização. Auditoria de dinheiro não contabilizado dentro da Casa Mal Assombrada onde existe mais de seiscentos servidores fantasmas. Auditoria no cinismo e falta de vergonha nos pedidos de acréscimos do duodécimo da Assembléia para serem gastos aos porrilões sem controle e na mais perfeita desordem financeira. Uma auditoria para contabilizar o despreparo da direção da Casa.

QUEBROU A CAMILA PARA SE ELEGER PREFEITINHO DE BELO MONTE o Sr. Avânio Feitosa que passou um calote na Camila usando  uma empresa de agiotagem. Um rombo nas contas das duas empresas, mais de dois milhões de reais, falsidade ideológica, falsificação de documentos, emissão de notas frias… o prefeitinho fez tudo que podia para arrasar a Camila. Desrespeitou os produtores de leite e acabou com uma cooperativa mais antiga do Estado que gerava empregos diretos e indiretos para mais de 3.000 pessoas. O estelionatário ainda ousou dar um tombo nos agiotas da Factoring Atlântica que agora o acusa de estelionato. Se for condenado, o meliante passará uns 15 anos atrás das grades junto com seu parceiro, o Sr. Diretor Financeiro Antônio Farias de Arruda.

ESTAMOS BEM DE ”OTORIDADES”, dessa desgraça não podemos reclamar, pois “Otoridades” nós temos de qualidade e de má reputação. Vide os representantes nas Câmaras de vereadores, nossa representatividade na Assembléia, no Congresso… não temos como defender nenhum deles, todos peças raras do cotidiano fraudulento da nossa política. Mas agora no Judiciário um ativista da desonestidade de comportamento se apresenta como a revelação do erro maior de nossas leis que protegem acima de qualquer delito, até mesmo de um homicídio triplamente qualificado. Perante a lei somos inferiores, subalternos e submetidos a pessoas como o Juiz Aécio Flávio Brito, que além do crime de prostituição é também acusado de dar liberdade a dois policiais militares – um cabo e um tenente acusados de  pertencerem ao Grupo Ninjas, de assassinos pagos.

FINALMENTE a verdade veio a tona e foi descoberto o que ninguém imaginava nem supunhetava, de que o incêndio no galpão dos donativos que estava sob responsabilidade dos bombeiros “FOI UM INCÊNDIO CRIMINOSO”. Pronto, está tudo esclarecido e agora estamos tranqüilos que os bombeiros descobriram a causa do desastre e tem um suspeito que filmado pela câmera de segurança que parecia um homem “fardado”… Seria um bombeiro?

Comentários desativados

INSEGURANÇA PÚBLICA



BOMBEIROS CIVIS. O Sindicato dos Bombeiros Civis no Estado de Alagoas, SINDBC-AL, será  recebido  hoje , no Quartel Geral do Corpo de Bombeiros pelo seu Comandante, Coronel  Neitônio  dos Santos Freitas, para dar andamento ao Processo da Lei Estadual , que obriga a contratação de Bombeiros Civis, conforme Lei Federal 11.901. A Categoria espera que dessa vez o Projeto não se perca no labirinto da Burocracia Palaciana.

SEGURANÇA PÚBLICA. Nessa altura do campeonato qualquer nome que surgir para ocupar o cargo de secretário vai ser um bom nome e acima de qualquer suspeita, mas que não  venha um indicado pelo ministro para fazer uma encenação de polícia e bandido. O nome indicado deveria ou vem para arrebentar as estruturas do crime, que aqui em Alagoas é mesmo organizado. Mas o que me parece, na verdade, é que está sendo escolhido um nome para “manter a parceria” (sic) de convênios e projetos em andamento. Se for para essa finalidade poderia ficar o secretário que está, o Del. Washington Luiz, para isso está de bom tamanho.

A GUERRA da máfia das multas está sendo combatida pelo superintendente da SMTT Pinto de Luna com a suspensão do funcionamento das lombadas eletrônicas, que deve fazer parte de uma combinação de empresa e municípios para instalação das maquininhas caça-níqueis. Não sabemos por quanto tempo vai durar a inatividade das maquininhas, mas parece que a “combinação” está sendo apurada.

SURPRESAS A PARTE, Pinto de Luna parece que não vai longe nesse cargo, o próprio ex-delegado da PF ficou surpreso com a anuência do prefeitchinho que aceitou de cara suas solicitações sem consultar o PT e agora se vê imprensado contra a parede pela legalidade que o Pinto quer impor na sua gerência na SMTT. Legalidade para o prefeitchinho é coisa estranha desde que assumiu o primeiro mandato. Com carta branca, o superintendente da SMTT deu uma entrevista para a Gazeta de Alagoas com desenvoltura de quem vai preencher esse cheque em braço e com certeza voltar sem fundos.

EMPRESÁRIOS Portugueses querem mais ainda do que já conseguiram do Estado para a lavagem do dinheiro “das Europas”. Para enfrentar os mafiosos italianos, os portugueses foram direto na casa  no dono do Estado para saber como ocupar os espaços ainda disponíveis em Maceió e no litoral alagoano, claro que com garantias de facilitação de investimentos, como, por exemplo, não pagar os impostos inerentes aos investimentos  em nome do desenvolvimento de Alagoas  dentre tantos outros “acordos”.

BNDES será a primeira escala do governador para buscar dinheiro para apoio de projetos estratégicos para Alagoas. Para viabilizar a extinção da miséria no Estado, conforme orientação da reportagem do jornal do Colló, que naturalmente será apresentada como fonte de informação para liberação dos empréstimos. De lá, o homem segue de imediato para o generoso Banco Mundial, para nova  apresentação didática da reportagem e  solicitar novos empréstimos para o Estado. Passa depois  no gabinete do Ministro da Justiça para a encenação da indicação do novo nome da Secretaria de Segurança, depois vai resolver o insolúvel problema financeiro do LIFAL com a ANVISA que envolve “clozapinas e tracolinas”, que nem mesmo ele sabe do que se trata, mas querem a liberação desses medicamentos. Ao final da agenda, o governador vai ao encontro do governador do Distrito Federal para uma possível parceria entre os dois governos, aí é dose; enquanto outros governadores querem se afastar do mar de lama da política do DF o nosso governador quer parceria. Dá para você?

O PREFEITCHINHO QUE PERDEU O BIGODE está de olho é na investigação do MP e não na eleição de 2012, que ele nem sabe se vai poder participar. Amigos e agregados aos bolsos do prefeitchinho só falam no poder e na visão política dele, visando a eleição municipal, pura ficção, o prefeitinho cada dia aumenta a dosagem de Gardenal para agüentar os mistérios que envolvem os processos em segredo de Justiça que corre para os tribunais do escândalo do desaparecimento dos 200 milhões de reais do lixão.

OUTRO QUE SÓ sabe se preocupar com o povo de Maceió é o Vereador Galba Novaes. Segundo suas palavras: “Vamos nos juntar – independente de cor partidária em defesa do desenvolvimento”. Mas… Óh cara-pálida! Desenvolvimento de quem e de quê? Será que se referia ao aumento do duodécimo da câmara?

PADRE GALÃ. É nisso que dá, agora resolverem transformar o padreco Fábio de Melo em celebridade. O cara não deixa ninguém subir no palco onde ele faz o “show” e ainda é cheio de mais-mais, tem que ter segurança ou não sobe no palco. Imagine um padre desse no Big Brother… se revelaria em dois tempos.

Comentários desativados

IMPUNIDADE PARLAMENTAR: O DOENTE E O DEPUTADO

10 de janeiro de 2011

MAPA DA MINA. A Gazeta de Alagoas de domingo (09) mostra em detalhes os passos a serem seguidos pelos políticos para angariar recursos a fundo perdidos do novo governo da Presidenta Dilma, e nesse extenso e laborioso relatório apresentado pelo jornal do Colló está o retrato da miséria do povo e do estado de Alagoas, fruto de gestões municipais desastradas dos prefeitchinhos. A constatação mais lógica é de que muitos deles (os prefeitchinhos) ficaram milionários à custa da miséria de milhões. O mapa da mina descrito nos mínimos detalhes mostra para os atuais deputados estaduais, federais e senadores onde e porque precisam de muitos recursos para erradicar a pobreza extrema nesses próximos quatro anos. Diante do apresentado, as “festas” ficam em último plano para a liberação  das verbas federais. O quadro de descaso só pode ser melhor explicado porque desviaram, roubaram, usaram o dinheiro do povo de forma indevida e criminosa e até hoje estão impunes e ricos. A pobreza no Estado de Alagoas é uma realidade absurda e inconseqüente dos prefeitinhos, dos governadores e de seus puxa-sacos.

LIXÃO DE MARECHAL DEODORO É MANCHETE NOS JORNAIS. O prefeitchinho Cristiano Matheus está mais preocupado com seu topete do que com a qualidade de vida da população da cidade. A vergonha maior é que o abandono e a indiferença do administrador para o grande problema é escandalosa ao ponto de infringir diversos artigos da Constituição e de regulamentos primários sobre a qualidade de vida do seu povo. Que mais esse lixão não vire manchete policial ou assunto a ser tratado pelo Ministério Público como mais um escândalo financeiro (vide Maceió). Parece que tá virando moda prefeitchinhos deixarem as cidades emporcalhadas.

BOMBEIROS RECONHECEM que não tem estrutura adequada para trabalhar e perdeu a moral para exigir do povo a cobrança da taxa de incêndio depois dos desvios comprovados dos donativos para os flagelados da enchente e do incêndio criminoso do galpão para encobrir as provas. Os bombeiros de Alagoas estão desmoralizados e abandonados irresponsavelmente pela impunidade dos responsáveis pelo crime e pelo descaso do Governador para a moralização da instituição. Passar o problema da manutenção dos bombeiros para o povo, que com muita revolta não paga a taxa é uma afronta se compararmos a preocupação do governador para a manutenção da Casa Mal Assombrada de Tavares Bastos. E pensar que os Bombeiros era a única instituição que o povo achava que não era corrupta – casa caiu.

AGORA VAMOS VER NO QUE É QUE VAI DAR. É certo e sabido de todos que os desembargadores têm uma conta a acertar com a Assembléia Legislativa, principalmente com os taturanas. Pois bem, está rolando uma manobra da Assembléia para acobertar o  deputado Cícero  Ferro (PMN, não foi eleito), ou seja, alguém tem que se afastar prá ele poder assumir e não ir preso por crime de mando – isso mesmo, deputados possuem “impunidade parlamentar”, podem pintar o sete e ainda andam soltos por aí, mas no caso do Cícero Ferro não foi o sete, foi mandar matar um servente de pedreiro. Na armada montada quem está servindo de bucha de vez é o deputado Dudu Hollanda, que teve que adoecer a pulso prá poder se ausentar com licenças programadas e manter permanentemente o Cícero Ferro com o mandato e a tal “impunidade” parlamentar. Resta saber o que pensa fazer os nossos desembargadores.

NOVO ESCÂNDALO FINANCEIRO no município de Maceió está prestes a ser descoberto com a publicação no Diário Oficial  da prorrogação por mais oito meses do contrato da construtora B. Santos Ltda, para a construção da Vila dos Pescadores, lá na Praia do Sobral. O prazo da construção e o valor que eram de 14 milhões de reais, mas adivinhe o que aconteceu? Valor e prazo foram alterados. Para quanto? Aí só se o Ministério Público tiver estrutura, tempo e boa vontade prá abrir processo!

 

Categorias

Charges

 

contato@colunacontraponto.com.br

copyright © 2010. Todos os direitos reservados.