Shows

.

O que você mais gosta neste site?

Agenda Post

junho 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
 

PAC QUE O PARIU!

6 de setembro de 2010

É PARA COMPRAR? Pensei que os desabrigados estariam por um bom tempo sendo assistidos e recebendo gratuitamente cestas de alimentos periodicamente em pelo menos de 15 e 15 dias, mas parece que nessa última chuva (dessa semana) a situação complicou e mais de 5.000 pessoas terão que ser deslocadas dos povoados Chapéu de Pena, Quilombolas e Munguba sendo transportados de botes do Exército para o centro do Município de Santana do Mundaú para “comprar” alimentos e gêneros de primeira necessidade, pois a cabeceira da ponte sofreu danos que impossibilitam a travessia. Mas COMPRAR por quê? E as milhares de cestas básicas foram para onde? Ou não foram milhares de doações? Quem pode dar informações mais seguras sobre a quantidade de doações são os bombeiros ladrões.

VISITAS ELEITOREIRAS. Em época de eleição os candidatos visitam todo tipo de vilarejos e se arriscam a ir todos os buracos que possa ter um eleitor, não precisa nem dizer que depois das eleições esses malditos candidatos não voltam às localidades esquecidas e muito menos manterá um contato físico com qualquer daqueles moradores. É uma farsa deslavada e desavergonhada daqueles falsos e forçados abraços fraternos, apertos de mãos e beijos que mais parecem os de Judas, traiçoeiros, enganadores, descarados e sem vergonha. Mas o povo merece, é mais safado que eles ou então são meros ignorantes que acreditam momentaneamente nos politiquinhos picaretas de ocasião. O pior é que toda eleição acontece as mesmas visitas e o povo se enganam do mesmo jeito com os mesmos beijos dos Judas. Se eu pudesse dar um conselho a esse povo humilde que mora nos confundós dos interiores das Alagoas, meu conselho seria: fechem as portas, coloquem as mãos nos bolsos e não digam sequer bom dia – trate-os como eles lhes tratariam se vocês fossem procurá-los em seus gabinetes.

CHACINA que aconteceu no Benedito Bentes parece que tomou o mesmo rumo da investigação sobre o assassinato do jovem Fábio Acioli, chegaram à conclusão que houve a chacina e que poderia ter sido executada por um grupo de extermínio, da mesma forma como descobriram que mataram o Fábio, mas quem foi o mandante e a motivação desse crime? Que grupo de extermínio é esse? De traficantes? De milicianos justiceiros? Ou policiais? Pelo andar da carruagem, ou da carroça, vão só ficar as vitimas e a existência presumida de executores e mandantes… e mais nada.

PAGOU MICO. A Roseana Beltrão (PDT), ex-prefeita de Feliz Deserto, que se diz coordenadora da campanha da Dilma Rousseff, pagou o maior mico e foi destratada quando teve a infeliz idéia de levar prefeitinhos de Alagoas para um Tour pelo Distrito Federal para um “encontro” com a candidata, que logo que soube da falta do bom senso da ex-prefeita mandou ela baixar a bola e mandar os prefeitinhos ficarem em suas miseráveis cidades e trabalharem, pois é o que eles precisam fazer.

SÓ PODIA SER EM RIO LARGO. Em Rio Largo, numa rápida verificação, alguns curiosos notaram uma mobilização de carros novos importados, ônibus, caminhonetes e vans estacionados pelo dia próximo ao acampamento das barracas dos desabrigados e quando a noite chega saem todos em comboio não se sabe para onde, voltando no outro dia pela manhã. Hipótese: são aproveitadores gananciosos que estão à espreita com o conluio do prefeitinho para conseguirem novas ou outra casa, imagine que foram cadastradas 115 famílias e montadas 241 barracas! Para cada barraca podem alojar 15 pessoas confortavelmente; e essa diferença de barracas e famílias acontece por quê?

PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) financiou um projeto de esgotamento sanitário no valor de 35 milhões de reais para beneficiar de saneamento básico com as obras os bairros do Vergel do Lago, Joaquim Leão, Trapiche da Barra, Cambona, Bom Parto, Pinheiro, Bebedouro e proporcionou a aceleração de crescimento também para o Sr. José Alberto Maia Paiva, Sr Ricardo Campos Avelar, Sandro Pepe, da empresa Santa Bárbara, que já foi condenada a devolver mais de 5 milhões desviados das obras para seus próprios planos de aceleração financeira. O TCU, por meio do acórdão de nº 1834/2010, determinou o indiciamento dos espertos e a imediata devolução dos milhões desviados. O projeto não previa o superfaturamento para beneficiar a quadrilha e sim a construção de 32km de rede coletora de esgoto, 4 estações elevatórias e mais de 9 mil ligações domiciliares.

“BANDIDO”



O QUE SOBRA para o povão (esse termo é maldito) depois que a classe política desvia tudo? O que sobra eu não sei, mas suspeito que falta de saneamento, escolas decentes, atendimento médico, ação social nas áreas mais pobres, serviço de transporte coletivo, fim da exploração do trabalho escravo (Lima Araujo, alagoano que recebeu a maior multa do mundo por crime de manter trabalhadores escravos na Amazônia), erradicar a dengue, fim da prostituição de menores, acabar com o abuso do poder econômico, por fim a mortalidade infantil (uma das mais altas do país, 49 mortos por 1000 nascidos). Nossa, isso tudo sem contar que 43% dos domicílios dos alagoanos são inadequados, existe pelo menos um escândalo de corrupção em cada cidade desse Estado, a Assembléia Legislativa desviou nos últimos anos mais de 400 milhões de reais, e como se não faltasse mais nada, agora somos o primeiro lugar em assassinatos no país.

NO DESESPERO o candidato Benedito de Lira (PP) está cometendo o mais elementar erro político em campanhas eleitorais, querendo desqualificar o adversário e se fazer de santo encobrindo seus erros, atacando o que todos já conhecem e que em nada se compara ao acusador. Se o Benedito está no desespero, fale de si próprio, do seu trabalho, de sua dedicação ao Estado e não caia na mesmice de atacar por atacar, ainda mais atacar a Helouquisa Helena (PSOL), que teve 6.575.393 votos nas eleições de 2006 o que equivale a 6,85% do eleitorado brasileiro e é tida como uma das melhores revelações políticas do Brasil. Se alguma pessoa é referência aqui em Alagoas de comportamento combativo, essa pessoa não é você Biu, mas a Helouquisa Helena. No máximo hoje você pode ser visto como o Biu dançarino, o animador de palanque, aquele que foi fragorosamente traído por Ciço Almeida Lyra, que está envolvido no escândalo das ambulâncias (Operação Sanguessuga) e que tem um filho taturana. Aquele do superfaturamento das ambulâncias, aquele que esta na lista dos Taturanas? Não é melhor Benedito, você ficar calado, pois seus parceiros mais próximos são mais ou tão conhecidos como você na arte de fazer lobby, conchavos, emendinhas no Congresso e otras cositas mas. Biu, no máximo você é conhecido em Brasília como um político alagoano criador de bode no sertão e pronto.

AGORA TÁ VIRANDO MODA candidato dançar em palanques. Depois do Biu de Lira eis que Marcos ferreira perdeu a compostura e resolveu ensaiar uma dancinha em cima de um palanque política na cidade de Taquarana, mas a lambada foi logo repreendida seu pai com um experiente puxão de orelha: “Deixa essa babaquice para o Benedito”. Só restou ao taturana Marcos se recolher e perceber o quanto o Biu está sendo ridicularizado. Para quem espera show do Biu ele já está preparando nova apresentação: dança na boquinha da garrafa.

MATEMÁTICA ERRADA. O Thomaz Beltrão (PT) agora resolveu aparecer no guia eleitoral prá pedir votos para seu colega de partido Gilberto Coutinho, mas a justificativa do Thomaz me parece meio fora do tempo, ele afirma que Gilberto teve importante participação na luta contra a ditadura militar (1964-1984), eis a minha dúvida: quantos anos tinha Gilberto no período da Ditadura? A não ser que ele já andasse na clandestinidade e enfrentava os militares com fibra e heroísmo aos 3 ou 4 anos de idade; ou o Thomaz endoidou de vez; ou o Thomaz resolveu contar uma historinha bonita prá ilustrar a vida do seu candidato, já que a passagem de Gilberto Coutinho pelo INCRA-AL não foi lá essas coisas.

“BANDIDO”. Bandido é identificado e apontado por Colló como perigoso e atende pelo nome de Téo Vilela. O Colló se desesperou de vez, agora resolveu acusar, em discurso inflamado e cheio de desaforos e ameaças, o governador Téosunami, mas ainda não disse o que fará com esse bandido quando ganhar a eleições, não cogitou punição ainda. Mas essa novela ainda vai dar o que falar, o Téosunami tem gravação desse discurso desesperado do colorido desbotado e já entrou com processo. Só espero que não vire briga de comadre em cortiço: “eu quero que você prove o que disse, senão eu vou na delegacia dar parte!”

PRÁ NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DO RUI. A operação deflagrada ontem pela Polícia Civil e que prendeu três cabos eleitorais do deputado estadual Marcelo Victor (PTB), por fazer cadastro de eleitores na cidade de Ibateguara, registrou que os cadastros também serviam prá o candidato a deputado federal e atualmente deputado estadual Rui Palmeira (PSDB). O que eles estavam fazendo era a famosa “casadinha”, o mesmo eleitor votaria em dois candidatos, sendo um estadual e o outro prá federal, e as despesas com o pagamento pelo voto seria dividida entre os dois meliantes. Por que o Rui Palmeira resolveu entrar nessa? Porque não vai se eleger com voto consciente, porque por mais que ele seja cara de bonzinho, ele é do partido do governador, é da base aliada do governo e não tem discurso prá dizer que vai combater as irregularidades que assolam o Estado. Rui Palmeira não é conhecido como Marcelo Victor pode ser um político truculento e violento, mas agora vai ser conhecido como mais um corrupto, farinha do mesmo saco, da mesma laia, como mais um nesse balaio de gatos, quer dizer, no caso da Assembléia Legislativa é balaio de gatunos.

UM HISTÓRICO DE BOM MOÇO. 1º- Acusado de ter assassinado o o filho do empresário Remy Ribeiro em Arapiraca; depois esse rapaz foi flagrado como sendo ladrão de eletricidade; como se não bastasse, Marcelinho Victor (PTB) espanca com um revólver um funcionário da CEAL que cortou sua energia; aí Marcellinho fica foragido da polícia uns dias; ao se apresentar, o jovem Marcelinho Truculência Victor tem que explicar o porte ilegal de suas armas, inclusive a que usou contra o funcionário da CEAL; agora eis que Marcelinho Truculência Victor é flagrado fazendo cadastro de eleitor em Ibateguara. Vamos torcer prá que as próximas notícias sobre Marcelinho Victor (PTB) sejam: “cassada a candidatura de Marcelo Victor” e “Ex-deputado estadual Marcelo Victor está preso no Baldomero Cavalcante”.

Comentários desativados

 

Categorias

Charges

 

contato@colunacontraponto.com.br

copyright © 2010. Todos os direitos reservados.